24.1.13

Desta vez, tal como tenho andado a anunciar no facebook, associei-me a Os Doces da Susana para comemorar o Dia dos Namorados. E porquê, perguntam vocês?

 

Porque não quero parar.

Porque os desafios me fazem reinventar.

Porque quero que sintam a minha paixão.

Porque estou rodeada de pessoas interessantes e criativas.

Porque preciso de energia positiva para avançar.

Porque quero ir mais além.

Porque sim!

 

Por todas estas razões e todas as outras que não mencionei, aqui vai - especialmente para vocês - uma edição especial para o Dia dos (e)Namorados.

 

 

Espero pelos vossos contactos e também sugestões, sabendo sempre que as vossas preferências e gostos serão tido em consideração.

 

link do postPor ninices, às 10:10  comentar

21.1.13

 

Uma ausência tão prolongada só poderia ser sinónimo de projectos e mais projectos. Não é que agora esteja mais desafogada, mas sinto que tenho que partilhar convosco os meus trabalhos já que é para vocês que os faço.

 

Desta vez, quis valorizar uma das minhas refeições favoritas: o lanche. Não é por ser tomado num espaço de tempo mais curto ou por requerer uma mise en place mais simples que deva deixar de ser mimado, ainda mais quando o culto das lancheiras está em alta. 

 

Por isso, decidi pôr mãos à obra e fazer uns quantos snack bags em forma de saco de papel. Ora vejam se gostam!

 

Foto 1 - Snack Bag "Pic Nic" (interior às bolinhas verdes) com botão frontal. 

 

Foto 2 - Snack Bag "Pic Nic" (interior em xadrez) com laço frontal. 

 

Foto 3 - Snack Bag "Xadrez" com laços laterais. 

 

Foto 4 - Snack Bag "Under Sea" com botão frontal. 

 

Foto 5 - Snack Bag "Lenço dos Namorados" com botão frontal. 

 

Relembro ainda que os snack bags podem ser completamente personalizáveis, podendo ter até um aspecto mais masculino quando confeccionados com tecidos mais sóbrios e com métodos de fecho diferentes dos usados nas fotos, como por exemplo velcro ou molas de pressão.

 

link do postPor ninices, às 15:13  comentar

8.8.12

Tendo por base o modelo da carteira peek-a-boo, tomei fôlego - sim, porque para um modelo destes é preciso ter todas as funções afinadas! - e de uma acentada executei esta carteira para a amiga Isabel.

 

 

O resultado está à vista (e muito bom por sinal!) e provei, mais uma vez, que um bom jogo de cores e tecidos diferentes dão outra vida a um mesmo modelo.

Gostavam de ter uma assim...? Perguntem-me como!

 

 

link do postPor ninices, às 16:00  comentar

24.7.12

 

Soube a vitória quando a Rosa amavelmente cedeu as suas manequins para expor os meus lenços. E que sítio mais perfeito para o fazer que não num salão de cabeleireiro? 

 

 

Agora, os lenços do Ninices - todas peças únicas - estão è disposição de todos os interessados no salão da Rosa Cabeleireiros, no Fundão.

Diz a Rosa que gosta de desafios, de mudanças e que é nestas relações simbióticas que nos devemos apoiar.

 

 

Obrigada Rosa!

 

 


20.6.12

 

 

link do postPor ninices, às 23:11  comentar

1.6.12

Desde que começou este período mais conturbado na vida dos portugueses, comprar o que é Português passou a ter peso e espaço na hora de escolher. Assim, ao comprar ao nosso vizinho estamos também a fazer o país avançar - porque produz, porque se sente útil, porque vê o trabalho valorizado, porque tem a oportunidade de mostrar que é bom no que faz e porque isso o realiza. E quando andamos felizes fazemos os outros felizes também e a energia positiva ajuda a ver a luz ao fundo do túnel. E é também por isso que gosto de mostrar a todas as pessoas as escolhas dos Amigos do Ninices.

Desta vez chegou o momento de revelar as carteiras que a amiga Isabel escolheu quando passou na "boutique" do Ninices.

 

Esta 1ª carteira foi inspirada num disco de vinil de 12 polegadas e tem as seguintes características: o tecido exterior é sarja azul escura e o interior em algodão "verde pavão"; na parte exterior existem várias pregas que dissimulam um bolso; a estrutura é semi rígida; a alça é peça única e que no fundo se torna mais larga.

 

Esta 2ª carteira é uma adaptação de uma outra criada pelo Ninices em Julho de 2011, sendo a parte exterior nem mais nem menos que um tapete de ourelos. E a ideia é tão genial que até esta cadeia de roupas e acessórios portuguesa decidiu fazer algo idêntico. Digam lá que não é um excelente aproveitamento e que o Ninices não tem ideias fantásticas! 

 

 

Agora, só falta entregar esta 2ª carteira em mão à minha querida amiga que tem sido uma fomentadora assídua das minhas ideias e deste meu projecto.

 

 

 

 

 

link do postPor ninices, às 11:39  comentar

31.5.12

Este é um projecto que já tem algum tempo mas que só recentemente terminei e que conta com várias etapas: 1º - pensar a carteira (ser diferente de outras, quais as suas vantagens, o que é que uma mulher procura quando compra uma carteira); 2º - partir de um mesmo modelo personalizando cada peça com pormenores diferentes; 3º - escolha dos tecidos; 4º - concretização da peça.

Para um mercado em que (quase) tudo já foi inventado é preciso olhar para o que se torna realmente vantajoso numa carteira e qual o(s) factore(s) que leva(m) uma mulher a comprá-la. Para mim, dois desses factores são a versatilidade e a personalização tornando-a apropriada para diferentes ocasiões e simultaneamente uma peça única que não vou encontrar em mais lada nenhum. Assim, posso afirmar que o tamanho conta e conta muito!

 

"E se eu conseguisse que uma carteira se tornasse maior ou mais pequena em função das circunstâncias?

Como...? Com fecho...? Já visto.

Com laços...? E porque não..?

E com botões...? A solução perfeita!" 

 

As questões eram muitas (e os pormenores, esses nem se fala!) mas o difícil foi mesmo pensar nas etapas da execussão. 

Bem, sem mais conversa passemos à descrição da carteira peek-a-boo:

  • tem uma faixa central que se oculta (ou não) com auxílio dos botões (3 à frente e 3 atrás) e que a torna mais larga ou mais estreita;
  • a abertura é ajustada por uma fita com nó de gravata que passa por presilhas em toda a volta;
  • as alças têm 3 alturas possíveis, podem ser usadas dos dois lados, ficando os botões voltados para o exterior ou interior, ou pode ser utilizada com uma alça apenas. 

 

 

 

link do postPor ninices, às 17:08  comentar

7.3.12

O bicho verde já tem um novo amigo. Ele é tímido, gosta de ler e observar o gato preto da vizinha da frente que destemidamente se empoleira na barra metálica do estendal da roupa.

O problema é que este amigo ainda não tem nome, por isso decidi que vou deixar isso ao critério dos amigos do Ninices.

Para isso, lanço um desafio: aquele que sugerir o nome mais engraçado será a/o madrinha/padrinho da nova criação do Ninices e, para além de ver o seu nome escolhido, terá um desconto de 10% na próxima encomenda (*).

Quem quer começar?

 

 

 

(*) - a encomenda deverá ser igual ou superior a 10 nin€uros, não inclui portes de envio e deverá ser feita num prazo máximo de 2 semanas após a escolha do nome.

 

 



 

     

   

 

Grupos do Google
SEJA O PRIMEIRO A SABER
E-mail:
Visitar este grupo
comentários recentes
Olá Jana. A argola metálica do chaveiro entra na ...
Só não entendi como é que funciona o porta-chaves....
Obrigada Vanessa!Beijinhos e até 3ª! :D
Espetacular!Como sempre!
Obrigada pelo incentivo Rosa!Para a semana (sem fa...
Não tens de agradecer! Continua com as tuas ideias...
Sofia,De facto, quando idealizamos uma peça e depo...
Olá, estava a dar uma vista de olhos com mais calm...
Tu e o rosa... O Helder sabe disso...? hehehe!A pe...
Hello!Gosto.Sabes que eu e o rosa...A peruca vem i...