24.9.12


Para quem acha que crochet é só para velhinhas e que se resume a naperons e cortinas, engane-se!

Cada vez mais, na tentativa de destronar esta ideia, se aplica a técnica da farpa e da linha a um visual jovem, criativo e que se distingue do restante pela sua originalidade.

Assim, e porque os acessórios passaram a ter um espaço relevante na vida das mulheres, o crochet passou das "rendinhas dos sofás" para os chapéus, cachecóis, carteiras e, mais recentemente, para as joias. E foi nesta última que me estreei: após ver num site de joalharia em crochet aventurei-me a fazer um anel minimalista em granny square e gostei bastante do resultado. 

 

Ora digam lá que não ficou mimoso!

 

 

link do postPor ninices, às 14:24  comentar

1.8.11

 

Também os dias de praia não dispensaram uma sessão fotográfica de mais um dos meus modelitos. Espero estar do agrado de todos!


16.7.11

Este é o exemplo de como as combinações de cores fazem toda a diferença.

Assim, o crochet deixa de ser antiquado e monótono (habitualmente associado aos naperons em cima da televisão ou por baixo da jarra de flores na mesa de jantar) para passar a ser um trabalho com resultados divertidos e joviais.

link do postPor ninices, às 10:55  comentar

24.6.11

 

Depois de inúmeras sugestões dadas por leitores do Ninices que, tal como tenho vindo a referir, são sempre bem-vindas e recebidas com entusiasmo, aqui fica um trabalho acadadinho de terminar.

É um saco de 31 x 31 cm feito em quadrados de crochet que, apesar de inicialmente programados para uma manta, resultaram muito bem aqui. Espero que apreciem e ficarei à espera do vosso feedback.


12.7.10

 

Ultimamente tenho dedicado o meu tempo a fazer quadrados e, por isso, decidi expôr uma carteira que fiz há bem mais de 10 anos. Esta é feita em quadrados de crochet em três tons de lã azul, sendo as laterais e a alça feitas em ponto alto.

Este tipo de trabalho é ideal para quem não gosta de executar trabalhos muito morosos ("vão-se fazendo para o monte", como diz a minha mãe) e tem imensas aplicações, nomeadamente colchas, mantas, almofadas, forras de cadeiras, toalhas de mesa, xailes, camisolas, vestidos, sacos e carteiras, e tudo o que se quiser. Para além dos quadrados existem também os hexagonos, triângulos e muitas outras formas geométricas dado que este trabalho se começa a desenvolver a partir do centro (se eu fizer uma flor com quatro pétalas obtenho um quadrado, mas se optar por fazer seis resulta um hexágono).

Mais dois aspectos que tornam estes mosaicos interessantes são o número de filas que fazemos - ficando o quadrado maior ou mais pequeno - e o facto de podermos combinar as cores a gosto, seja entre quadrados ou dentro deles:

  • tons diferentes de uma mesma cor;
  • apenas duas cores (por exemplo, branco e preto);
  • todas as cores dispostas (ou não) aleatoriamente;
  • fixando uma ou duas filas (ou mais, consoante o tamanho do quadrado) com a mesma cor;
  • cor de junção de todos os quadrados.

Para além de tudo isto, resta ainda dizer que em alternativa à lã existe a linha de algodão que resulta muito bem e é ideal para trabalhar nesta altura do ano. Assim pode-se-ão dedicar 365 dias por ano aos quadrados: em lã, no Outono e Inverno, e em linha, na Primavera e Verão!

 



 

     

   

 

Grupos do Google
SEJA O PRIMEIRO A SABER
E-mail:
Visitar este grupo
comentários recentes
Olá Jana. A argola metálica do chaveiro entra na ...
Só não entendi como é que funciona o porta-chaves....
Obrigada Vanessa!Beijinhos e até 3ª! :D
Espetacular!Como sempre!
Obrigada pelo incentivo Rosa!Para a semana (sem fa...
Não tens de agradecer! Continua com as tuas ideias...
Sofia,De facto, quando idealizamos uma peça e depo...
Olá, estava a dar uma vista de olhos com mais calm...
Tu e o rosa... O Helder sabe disso...? hehehe!A pe...
Hello!Gosto.Sabes que eu e o rosa...A peruca vem i...